myspace do MIBAorkut do MIBATwitter do MIBAyoutube do MIBAfacebook do MIBA
Rede Social

mibac.com.br

  • faça aqui sua doação de amor e abençoe nosso ministério

    Leia mais...
  •  

    Gaditas | Homens de Guerra

    www.gaditas.net

    Gaditas




  • Assista nossos Vídeos
    e Vote!

    Videos do MIBAC

  • Cultos ao Vivo




    Assista nossos Cultos ao vivo, através do seu computador, entre e confira o horário das transmissões!
http://www.mibac.com.br/components/com_gk2_photoslide/images/thumbm/535085Projeto_sol_nascente.jpg http://www.mibac.com.br/components/com_gk2_photoslide/images/thumbm/664728banners_sol_nascente2.jpg
Frutificando na Visão Celular - Parte Final PDF  | Imprimir |  E-mail

 Texto: Bendito o homem que confia no SENHOR, e cuja confiança é o SENHOR. Porque será como a árvore plantada junto às águas, que estende as suas raízes para o ribeiro, e não receia quando vem o calor, mas a sua folha fica verde; e no ano de sequidão não se afadiga, nem deixa de dar fruto.” (Jr 17:7,8)

Verdade Central: O Senhor tem transformado os céus de nossa Nação. Os céus do Brasil são apostólicos e estão liberados com a unção de crescimento, de frutificação e de multiplicação, pois essa tem sido a nossa proclamação diária e essa proclamação abre os céus da Nação. Nesses céus fica a pergunta: quem crescerá para frutificar e multiplicar? A resposta é VOCÊ. É bom saber que Deus tem levantado você como Modelo de uma Visão, para mudar a história da Nação. Você crê nisso?

Introdução: Existe a necessidade de profetizar sempre o crescimento e a multiplicação de nossas células, dos 12, pois há uma unção tremenda de conquista que Deus está-nos entregando neste novo tempo. Todos os que quiserem serão na Visão Celular como está escrito em Jeremias 17:8 “árvore plantada junto às águas, que estende as suas raízes para o ribeiro, e não receia quando vem o calor, mas a sua folha fica verde; e no ano de sequidão não se afadiga, nem deixa de dar fruto”.


4. Multiplicando com santidade

Na passagem bíblica de Marcos 15:15,16, Jesus censurou a atitude e a incredulidade dos Seus discípulos e os convocou a fazer discípulos em todas as nações. Jesus os criticou e reivindicou deles o direito de fé que, antes de morrer, havia injetado neles. Era inadmissível, depois de todo o ensinamento dado aos discípulos, eles ainda guardarem dúvidas das ações de Jesus em suas mentes e corações.

Precisamos encher o coração da verdade do Senhor para que as pessoas sejam libertas, curadas, tratadas e creiam nessas verdades, para que não sejam criticadas por sua incredulidade pelo próprio Jesus. Pessoas que nunca tiveram perspectiva de vida, eram meros religiosos, se tornarão exímios ganhadores de vidas. Você será um líder conquistador se tiver a mentalidade na Visão Celular. Esta Visão é uma resposta estratégica para conquistarmos vidas.

Crescer é uma ordem divina. Frutificar é uma chamada à santidade. Não posso multiplicar se eu não for santo. A frutificação está relacionada à santidade e a multiplicação é o resultado da frutificação. Quanto mais santo você for, mais multiplicador será. Não existe frutificação nem multiplicação só com a metodologia. Muita gente no Brasil entrou na metodologia, arrancou os princípios básicos da Visão, não aconteceu nada e ficaram dizendo que a Visão não funciona. Quando se fala da frutificação, deve-se lembrar dos Encontros, onde as pessoas são libertas, curadas, cheias do Espírito Santo, e a unção da santidade é plantada nelas, para que não haja uma multiplicação adoecida.

Anote: a unção de Deus que repousa em nós nos respalda, perante nossos discípulos, a ganharmos uma multidão. À medida que se vai fazendo discípulos, observa-se que a unção cresce e a santidade se manifesta. Podemos multiplicar qualquer coisa, mas Deus está interessado em que multipliquemos quantidade sem esquecer a qualidade, que é a santidade, sem a qual ninguém verá o Senhor.


5. Investindo no Encontro e Escola de Líderes

Quer saber se suas células estão crescendo? Quer saber se seus 12 virão? Veja quantas pessoas vão para o Encontro e quantas estão matriculadas na Escola de Líderes. Na Visão, sem Encontro e sem Escola de Líderes não há multiplicação. O contra-ataque do diabo é pesado na formação, porque ele não quer que as pessoas se formem. Também devemos manter rigorosamente a reunião com as células e com os 12. Se você acha que é muito trabalho, é mesmo, mas não haverá tempo para pecar. Por isso, precisamos pagar um preço muito alto pelos discípulos.


Como pagar esse preço?

1. Fazendo guerra espiritual para quebrar principados que vêm sobre eles

Nossos 12 recebem visitação de principados, porque são príncipes. O diabo articula alguma coisa para poder vetar Números 13, onde está escrito que todos os 12 que foram levantados eram príncipes selecionados.

Quando Salomão escolheu seus 12, eles eram príncipes sobre o povo. Você é um príncipe, ou uma princesa, e Satanás não investe num príncipe de qualquer maneira. Ele quer roubar sua coroa e a sua herança. Você não tem idéia do quanto vale no reino do espírito. Você tem muito valor!

E, sabendo que seus 12 são príncipes, o contra-ataque neles é violento, mas só um príncipe vence um principado. Os 12 entraram no nível de vencer principados. Por isso, alguns, de vez em quando, são acometidos de uma tristeza, ficam encurvados. Mas, acabou o tempo de andarmos encurvados.

Os ataques que vêm a nossa vida, aos 12, não são normais, são inexplicáveis, e temos a obrigação de fazer guerra espiritual para proteger os 12, todos os dias, lembrando que nossos 12 estão debaixo de uma aliança. O ataque na vida de um líder não é fácil. Se um líder cai, todos os seus liderados se dispersam, enfraquecem na fé.

Estimule seus discípulos para orar de madrugada, de manhã, à tarde, à noite, desperte o desejo de estar na Sala do Trono, de fazer com que as coisas aconteçam, porque com oração tudo é possível. Sem oração, nada acontece. Vamos mudar o caráter do nosso povo e a história da nossa cidade por intermédio da oração. Devemos aprender a fazer guerra espiritual pelos nossos discípulos, nome por nome, apresentá-los diante do Senhor (Jo 17). Jesus fazia isso, e disse que não era para se perder nenhum.

Se entrarmos na guerra espiritual, todos eles estarão protegidos e, se Satanás articular qualquer coisa, seus demônios verão que não vai adiantar, porque nossos discípulos estarão cobertos.

2) Declarando diariamente nosso amor por eles

Sempre que tiver oportunidade, faça isso. Diga para Deus e para eles que os ama. Demonstre carinho, abrace-os, beije-os. Não é para demonstrar sensualidade, nem malícia. É para trazer cura. Há um mandamento que ordena amar. É difícil com alguns discípulos: com aqueles que não se deixam ser amados. Mas, devemos amá-los, dizer o quanto eles são importantes. As pessoas começam a se render. Alguns não conseguem nem falar para os próprios pais que os amam, porque falta algo, há uma pendência. Se você quer ver seus discípulos curados, contribua dizendo que os ama. Eles vão ficar sem jeito, mas depois se acostumam. O amor é o vínculo da perfeição, diz a Bíblia (Colossenses 3:14). Existe um vínculo para a perfeição e nós vamos entrar neste vínculo amando nossos discípulos.


fonte mir

 


Leia mais: